quinta-feira, 5 de setembro de 2013

E o Pilates ? Já experimentou ?

Olá pessoal! tudo bem?
Hoje o assunto é: Pilates!
Procurei a Lu e pedi a ela que falasse um pouco sobre Pilates pois é uma prática que tem crescido muito e acredito que seja de interesse de todos!!
Agradeço desde já a disponibilidade dessa querida e incrível Fisioterapeuta, que nos informou um pouco mais e acredito que assim como em mim, também vai gerar interesse para descobrir mais sobre!!

Método Pilates

A prática Pilates tem aumentado como uma nova tendência na realização de atividade física, sendo considerada de extrema importância no combate ao sedentarismo.
O método Pilates foi criado por Joseph H. Pilates no inicio da década de 1920. Seu programa trabalha o corpo como um todo envolvendo o condicionamento físico e mental.
Os benefícios do método Pilates são vários: promover uma melhor circulação sanguínea, capacidade respiratória, melhorar o condicionamento físico, flexibilidade, alongamento e alinhamento corporal. Além disso, desenvolve o nível de consciência corporal, equilíbrio e coordenação motora. Tantos benefícios ajudam prevenindo lesões e proporcionando alivio de dores.
Para uma melhor eficácia no Pilates é preciso utilizar seis princípios a concentração, respiração, alinhamento corporal, controle do centro, eficiência e fluência de movimento.
Ao contrario da musculação o Pilates não trabalha com pesos e os movimentos são mais lentos. A resistência é feita com molas ou o peso do próprio corpo, com poucas repetições e mais séries do mesmo exercício.
As razões para praticar Pilates são variadas, mas é sempre importante lembrar que só deve ser praticado com orientações de profissionais, Educadores Físicos ou Fisioterapeutas.
Pratique!
                                                                                                                              Luiza Martinelli
Fisioterapeuta CREFITO -2
                                                                                                                             24142 - LTF


Postar um comentário